Novo logótipo da Solutional (1)

Privacidade na Internet

Partilhar isto
" Voltar ao Índice do Glossário

Internet[2] Privacidade[3] is a crucial aspect of the digital realm that deals with safeguarding users’ personal information. It entails the control over what data about oneself is gathered and how it’s used. This concept has gained considerable significance with the advent and evolution of the Internet and mobile networks. It covers various elements like the protection of personal space, choice, and information. The essence of Internet privacy is the controlled disclosure of personal data by users. It addresses the risks and threats posed by activities such as online tracking for targeted advertisements, data collection via redes sociais[1] and online transactions, and malicious activities like spyware[4]. It also touches upon legal regulations, anonymity, and the impact of online behavior. Various technologies used for online tracking and their associated privacy concerns also fall under its purview. Internet privacy is a dynamic and vital field that continually evolves in response to emerging technologies and threats.

Definições de termos
1. redes sociais. Os meios de comunicação social são um termo abrangente que engloba uma variedade de ferramentas e plataformas digitais que facilitam a partilha de informações e a criação de comunidades virtuais. Surgindo dos primeiros sistemas, como o PLATO e a ARPANET, evoluíram para plataformas modernas como o Facebook e o Twitter. Estas plataformas oferecem características únicas que as diferenciam dos meios de comunicação tradicionais, incluindo a possibilidade de os utilizadores gerarem conteúdos e participarem em comunicações dialógicas. Atendem a mais de 100 milhões de utilizadores em todo o mundo e oferecem diferentes formas de serviços, como aplicações de mensagens e plataformas de criação de conteúdos em colaboração. A utilização das redes sociais tem impactos de grande alcance nos indivíduos, na sociedade e nas empresas, influenciando tudo, desde as práticas de marketing aos processos políticos. No entanto, está também associada a preocupações éticas, como a disseminação de desinformação e a potencial dependência.
2. Internet ( Internet ) A Internet é um sistema global de redes informáticas interligadas que utilizam protocolos de comunicação normalizados, principalmente o TCP/IP, para ligar dispositivos em todo o mundo. Com origem no termo "internetted" utilizado em 1849, o termo "Internet" foi mais tarde utilizado pelo Departamento de Guerra dos EUA em 1945. O seu desenvolvimento começou com cientistas informáticos que criaram sistemas de partilha de tempo na década de 1960 e progrediu com a criação da ARPANET em 1969. A Internet é autónoma, sem uma autoridade central, e os seus principais espaços de nomes são administrados pela Internet Corporation for Assigned Names and Numbers (ICANN). Transformou significativamente os meios de comunicação tradicionais e tem crescido exponencialmente ao longo dos anos, com os utilizadores da Internet a aumentarem anualmente de 20% para 50%. Em 2019, mais de metade da população mundial utilizou a Internet. O conjunto de protocolos da Internet, que inclui o TCP/IP e quatro camadas conceptuais, orienta os pacotes da Internet para os seus destinos. Serviços essenciais como o correio eletrónico e a telefonia via Internet funcionam na Internet. A World Wide Web, uma coleção global de documentos interligados, é uma componente essencial da Internet.

Privacidade na Internet involves the right or mandate of personal privacidade concerning the storage, re-purposing, provision to third parties, and display of information pertaining to oneself via the Internet. Internet privacy is a subset of data privacy. Privacy concerns have been articulated from the beginnings of large-scale computer sharing and especially relate to mass surveillance.

Privacy can entail either personally identifiable information (PII) or non-PII information such as a site visitor's behavior on a website. PII refers to any information that can be used to identify an individual. For example, age and physical address alone could identify who an individual is without explicitly disclosing their name, as these two factors are unique enough to identify a specific person typically. Other forms of PII may include GPS tracking data used by apps, as the daily commute and routine information can be enough to identify an individual.

It has been suggested that the "appeal of online services is to broadcast personal information on purpose." On the other hand, in his essay "The Value of Privacy", security expert Bruce Schneier says, "Privacy protects us from abuses by those in power, even if we're doing nothing wrong at the time of surveillance."

" Voltar ao Índice do Glossário
pt_PT_ao90PT
Deslocar para o topo